Aedes aegypti: mutirão de secretarias será proposto à prefeitura

Indicação parlamentar foi aprovada por unanimidade

Uma indicação de Maxwell Vaz (SD), aprovada nesta terça-feira (12), na Câmara Municipal de Macaé, propõe que se realize um mutirão entre as secretarias para eliminar os focos do mosquito aedes aegypti nas instalações da administração pública. “Queremos que seja montada uma força-tarefa para limpar a cidade dos focos”, explicou o autor da proposição.

 

“Eu também gostaria de enfatizar a importância de realizar essa ação imediatamente, pois neste período do ano acontece a maior proliferação do mosquito”, disse o presidente da casa, Eduardo Cardoso (PPS).  Maxwell acrescentou que o mutirão deveria ser acompanhado por uma campanha de conscientização na mídia.

 

Chico Machado (PMDB) disse que a indicação devia ser apoiada sem levar em conta o embate entre situação e oposição. “O mosquito não escolhe quem vai picar”. Já Guto Garcia, do mesmo partido, mencionou campanhas nas escolas feitas recentemente, quando ele era secretário da Educação. “Fizemos 80 caminhadas com os alunos percorrendo a cidade e conscientizando sobre o problema”.

 

Amaro Luiz (PRB) aprovou a indicação, lembrando que a iniciativa faz parte de uma convocação do Ministério da Educação, e criticou os uniformes dos agentes que combatem o mosquito. “Estamos vendo funcionários trabalhando com calças rasgadas”. Ele questionou o fato de haver agentes com blusas de um plano privado de saúde.

 

Guto disse que o plano está pagando dez agentes para realizar a ação. “É um bom exemplo para a iniciativa privada”, acrescentou. Jocimar de Oliveira (PMDB), o Boca, elogiou a Secretaria do Interior. “Foram retirados 38 caminhões de material do lixão do Frade. E, em breve, será feito o mesmo em Glicério, Trapiche e Córrego do Ouro. Isso certamente ajuda a combater os mosquitos”.

 

Caixas d’água sem tampa

 

Os vereadores debateram pela segunda vez o projeto de lei de Igor Sardinha que obriga comerciantes a venderem tampas de caixas d’água avulsas. “As caixas d’água destampadas são um dos maiores focos do aedes. Muitas vezes, derrubadas pelo vento, acabam quebrando, e as pessoas não conseguem resolver o problema porque as lojas não vendem a tampa avulsa”.

 

Julinho do Aeroporto disse que a multa de R$ 2.500 reais, a ser cobrada do comerciante que não cumprir a lei, causaria muitos problemas. “Estaremos lidando, muitas vezes, com pequenos lojistas em bairros pobres”, questionou, afirmando que votaria contra.

 

Paulo Antunes (PMDB) disse que apoia o projeto, mas que considera a multa muito elevada. “Se o projeto for reapresentado com um valor de, no máximo, R$ 500, eu votarei favoravelmente”, propôs. Igor concordou e aceitou retirar a proposição para fazer a emenda e reapresentá-la futuramente.

 

 

 

Jornalista: Marcello Riella Benites

Últimas Notícias

Mesa diretora

Competências/Atribuições ( Art. 9 do Regimento Interno)

I – propor Projetos de Resolução que:

a) criem, modifiquem ou extingam cargos, empregos ou funções de seus serviços e fixam os respectivos vencimentos;

b) fixem ou atualizem a remuneração do Prefeito e dos Vereadores, e a verba de representação do Vice-Prefeito e do Presidente da Câmara, obedecido o inciso do Artigo 63, item XVII, da Lei Orgânica do Município;

c) disponham sobre a transposição, o remanejamento ou a transferência de recursos do Orçamento da Câmara, de uma categoria de programação para outra.

II – elaborar a proposta orçamentária da Câmara a ser incluída no orçamento do Município e apresentar ao Plenário com cópia aos Vereadores;
III – solicitar abertura de créditos suplementares ou especiais, quando os recursos forem insuficientes ou não tenham sido previstos no Orçamento da Câmara;
IV – promulgar as resoluções e os decretos legislativos;
V – pode apresentar indicações, emendas, projetos e etc. para discussão e votação pelo plenário da câmara;
VI – autografar os Projetos de Lei aprovados, para serem encaminhados ao Prefeito Municipal;
VII – determinar, no início da Sessão Legislativa anual, o arquivamento das proposições não apreciadas na anterior;
VIII – prestar contas à população do Município dos trabalhos realizados no ano anterior, pela Câmara, através da divulgação resumida dos mesmos, no mês de janeiro de cada ano;
IX – requisitar força policial, quando necessária a preservação da ordem e regular funcionamento dos trabalhos da Câmara.

Clique aqui para ter acesso à Resolução nº 1965/2016, que regulamenta a aplicação, no âmbito da Câmara Municipal de Macaé, da Lei Federal nº 12.527 e dá outras providências.

Cadastro realizado com sucesso

Seu cadastro será analisado por nosso setor de licitação.

Cadastro realizado com sucesso

Neste período, de acordo com o art. 61 do Regimento Interno (conforme redação dada pelo art. 4 da Resolução n. 2013/2022) ocorre o recesso legislativo e por essa razão não é disponibilizado a frequência dos vereadores.

A Câmara Municipal de Macaé informa que, até o momento, não foram realizados concursos ou processos seletivos recentes. O último concurso ocorreu em 2012. Para acessar informações sobre concursos anteriores, clique no link abaixo e consulte os arquivos correspondentes.