Eleitos de 2016 são diplomados na Câmara

 <span style="font-family: arial, helvetica, sans-serif; font-size: 14px; text-align: justify;">Diplomação do prefeito, vice-prefeito, vereadores e suplentes eleitos nas eleições de 2016.</span>

 <span style="font-size:14px;"><span style="font-family:arial,helvetica,sans-serif;">Foi realizada nesta segunda-feira (19), na Câmara Municipal de Macaé, a diplomação do prefeito, vice-prefeito, vereadores e suplentes eleitos nas eleições de 2016. A cerimônia, no Salão Nobre Dr. Carlos Augusto de Paula (“Carlão), foi presidida pelo juiz da 254ª Zona Eleitoral, Leonardo Hostalácio Notini. Em seu discurso, ele lembrou que Macaé, o estado do Rio de Janeiro e o Brasil passam por “momentos tormentosos”.</span></span><br />     &nbsp;

O juiz mencionou uma poesia de Ferreira Gullar, falecido recentemente, que fala das mazelas sociais do país. “Citando o poema ‘Não há vagas’, não crítico qualquer um dos políticos presentes. Mas espero que, não obstante as divergências, os senhores possam ‘escrever’ um novo momento para o nosso município”, aconselhou.
 
O presidente da Câmara, Eduardo Cardoso (PPS), discursou lembrando um nome da literatura. Não lembrou, porém, uma poesia, mas uma história de Vinicius de Moraes, que também foi diplomata. Contou que o poeta chamou o cantor Toquinho ao quintal de sua casa, onde havia um cão, um gato, um galo e um pavão.
 
“Vinicius, então, disse a Toquinho: ‘Está vendo como eles vivem em harmonia? Eu aprendi mais com esses bichos do que em dez anos de Itamaraty’ ”, contou Eduardo, para lembrar a importância de se trabalhar em união pelo bem comum.
 
Falando em seguida, o prefeito Aluízio dos Santos Júnior (PMDB) citou o papa Francisco, o apóstolo Paulo e ainda lembrou que o país vive tempos difíceis. “Mas todas as dificuldades podem ser vencidas com talento e perseverança”, concluiu.
 

A seguir, a lista dos diplomados por ordem crescente de votos:

Suplentes

– Cristiano de Almeida Silveira (PTC)

– José Carlos de Souza (PV)

– Carla Mussi Ramos (PMB)

– Robson Oliveira Constantino (PSDB)

– Luiz Carlos Matos França (PRB)

– Lúcio Mauro da Silva Junger (PDT)

– Luciano Antônio Diniz Caldas (PMDB)

 

Vereadores

– Marvel Paolino Maillet (Rede)

– Luiz Fernando Borba Pessanha (PTC)

– José Franco de Muros (PPS)

– Valdemir da Silva Souza (PHS)

– Marcel Silvano da Silva Souza (PT)

– Eduardo Cardoso Gonçalves da Silva (PPS)

– Renata Thomaz de Oliveira (PSC)

– Alan Mansur Pereira (PRB)

– Paulo Fernando Martins Antunes (PMDB)

– Maxwell Souto Vaz (SDD)

– Márcio Soares Bittencourt (PMDB)

– José Queiroz dos Santos Neto (PTC)

– George Coutinho Jardim (PMDB)

– Julio Cesar de Barros (PMDB)

– Carlos Augusto Garcia Assis (PMDB)

– Nilton Cesar Pereira Moreira (Pros)

– Welberth Porto de Rezende (PPS)

 

Prefeito

– Aluízio dos Santos Júnior (PMDB)

Vice-prefeito

– Vandré de Araújo Guimarães (PMDB)

 

Jornalista: Marcello Riella Benites

 

Últimas Notícias

Mesa diretora

Competências/Atribuições ( Art. 9 do Regimento Interno)

I – propor Projetos de Resolução que:

a) criem, modifiquem ou extingam cargos, empregos ou funções de seus serviços e fixam os respectivos vencimentos;

b) fixem ou atualizem a remuneração do Prefeito e dos Vereadores, e a verba de representação do Vice-Prefeito e do Presidente da Câmara, obedecido o inciso do Artigo 63, item XVII, da Lei Orgânica do Município;

c) disponham sobre a transposição, o remanejamento ou a transferência de recursos do Orçamento da Câmara, de uma categoria de programação para outra.

II – elaborar a proposta orçamentária da Câmara a ser incluída no orçamento do Município e apresentar ao Plenário com cópia aos Vereadores;
III – solicitar abertura de créditos suplementares ou especiais, quando os recursos forem insuficientes ou não tenham sido previstos no Orçamento da Câmara;
IV – promulgar as resoluções e os decretos legislativos;
V – pode apresentar indicações, emendas, projetos e etc. para discussão e votação pelo plenário da câmara;
VI – autografar os Projetos de Lei aprovados, para serem encaminhados ao Prefeito Municipal;
VII – determinar, no início da Sessão Legislativa anual, o arquivamento das proposições não apreciadas na anterior;
VIII – prestar contas à população do Município dos trabalhos realizados no ano anterior, pela Câmara, através da divulgação resumida dos mesmos, no mês de janeiro de cada ano;
IX – requisitar força policial, quando necessária a preservação da ordem e regular funcionamento dos trabalhos da Câmara.

Clique aqui para ter acesso à Resolução nº 1965/2016, que regulamenta a aplicação, no âmbito da Câmara Municipal de Macaé, da Lei Federal nº 12.527 e dá outras providências.

Cadastro realizado com sucesso

Seu cadastro será analisado por nosso setor de licitação.

Cadastro realizado com sucesso

Neste período, de acordo com o art. 61 do Regimento Interno (conforme redação dada pelo art. 4 da Resolução n. 2013/2022) ocorre o recesso legislativo e por essa razão não é disponibilizado a frequência dos vereadores.

A Câmara Municipal de Macaé informa que, até o momento, não foram realizados concursos ou processos seletivos recentes. O último concurso ocorreu em 2012. Para acessar informações sobre concursos anteriores, clique no link abaixo e consulte os arquivos correspondentes.