Lava Jato: governistas rejeitam convocação de procurador

Maioria acompanha voto do líder do governo

Por 10 votos a 6, a Câmara Municipal de Macaé rejeitou a convocação do procurador especial de Licitações, Contratos e Convênios, Jean Vieira de Lima, para esclarecimentos sobre a operação Lava Jato. Ele é um dos nomes do Executivo que foram citados nas delações da Odebrecht. A votação do Requerimento 501/2017, de autoria de Marcel Silvano (PT), aconteceu na sessão extraordinária desta segunda-feira (24).

 

“Uma delação não é uma prova final, mas precisamos ouvir o que o governo tem a falar. Novamente, o prefeito não se posiciona, mesmo com Macaé citada nos esquemas de corrupção que envolvem a Odebrecht. Lamento que nem todos os vereadores tenham esse entendimento, principalmente os que se declaram independentes, mas que votam para blindar o Executivo”, criticou Marcel.

 

Recém-escolhido para assumir a liderança do governo, Márcio Bittencourt (PMDB) orientou que a bancada governista votasse contra o requerimento. José Queiroz dos Santos Neto (PTC), o Neto Macaé, defendeu a posição do peemedebista, assim como fez Valdemir da Silva Souza (PHS), o Val Barbeiro.

 

“As investigações estão em curso e devemos aguardar a Justiça Federal. Confio muito no secretário Jean e sei que tudo será esclarecido”, acrescentou Paulo Antunes (PMDB).

 

Antes da votação, o presidente Eduardo Cardoso (PPS) defendeu a vinda do secretário. “Há poucos minutos, aprovamos a convocação de uma secretária e não vejo porque ser contra. Quando respondi pela Saúde, compareci todas as vezes em que fui chamado”, lembrou.

 

Marvel Maillet (Rede) também votou contra, mas reforçou discurso de independência. “Sou amigo pessoal do secretário e vejo, neste requerimento, a oportunidade de ele explicar para a sociedade todos os fatos em questão”, disse George Jardim em contraponto a Marvel.

 

Luiz Fernando (PT do B), Maxwell Vaz (SD) e Júlio César de Barros (PMDB), o Julinho do Aeroporto, foram os outros três vereadores que votaram a favor do requerimento de Marcel.

 

 

 

Jornalista: Júnior Barbosa

Últimas Notícias

Mesa diretora

Competências/Atribuições ( Art. 9 do Regimento Interno)

I – propor Projetos de Resolução que:

a) criem, modifiquem ou extingam cargos, empregos ou funções de seus serviços e fixam os respectivos vencimentos;

b) fixem ou atualizem a remuneração do Prefeito e dos Vereadores, e a verba de representação do Vice-Prefeito e do Presidente da Câmara, obedecido o inciso do Artigo 63, item XVII, da Lei Orgânica do Município;

c) disponham sobre a transposição, o remanejamento ou a transferência de recursos do Orçamento da Câmara, de uma categoria de programação para outra.

II – elaborar a proposta orçamentária da Câmara a ser incluída no orçamento do Município e apresentar ao Plenário com cópia aos Vereadores;
III – solicitar abertura de créditos suplementares ou especiais, quando os recursos forem insuficientes ou não tenham sido previstos no Orçamento da Câmara;
IV – promulgar as resoluções e os decretos legislativos;
V – pode apresentar indicações, emendas, projetos e etc. para discussão e votação pelo plenário da câmara;
VI – autografar os Projetos de Lei aprovados, para serem encaminhados ao Prefeito Municipal;
VII – determinar, no início da Sessão Legislativa anual, o arquivamento das proposições não apreciadas na anterior;
VIII – prestar contas à população do Município dos trabalhos realizados no ano anterior, pela Câmara, através da divulgação resumida dos mesmos, no mês de janeiro de cada ano;
IX – requisitar força policial, quando necessária a preservação da ordem e regular funcionamento dos trabalhos da Câmara.

Clique aqui para ter acesso à Resolução nº 1965/2016, que regulamenta a aplicação, no âmbito da Câmara Municipal de Macaé, da Lei Federal nº 12.527 e dá outras providências.

Cadastro realizado com sucesso

Seu cadastro será analisado por nosso setor de licitação.

Cadastro realizado com sucesso

Neste período, de acordo com o art. 61 do Regimento Interno (conforme redação dada pelo art. 4 da Resolução n. 2013/2022) ocorre o recesso legislativo e por essa razão não é disponibilizado a frequência dos vereadores.

A Câmara Municipal de Macaé informa que, até o momento, não foram realizados concursos ou processos seletivos recentes. O último concurso ocorreu em 2012. Para acessar informações sobre concursos anteriores, clique no link abaixo e consulte os arquivos correspondentes.