Legislativo realiza testagem de Covid-19 nos servidores

Setor médico afasta funcionários positivados e promove busca ativa

A Câmara de Macaé afastou por sete dias os servidores legislativos que positivaram durante a testagem feita ao longo desta sexta-feira (25). “Os testes estavam previstos para a semana que vem, mas a presidência determinou que fossem antecipados”, disse o fisioterapeuta da Casa Nichollas Ribeiro Martins.

Os funcionários voltarão ao trabalho após uma semana, devendo apresentar um teste atualizado com resultado negativo. “Também estamos dispensando por cinco dias aqueles que tiveram contato significativo com quem testou positivo”, acrescentou o servidor do Setor Médico. A exigência de comprovação negativa é a mesma.

Na sessão da quarta-feira (23), Guto Garcia (PDT) teve aprovado requerimento para compra de testes, porém, o presidente Cesinha (Pros) já havia providenciado a aquisição. Ele informou que o vereador José Prestes (PTB) tinha testado positivo e avisou que se submeteria ao teste rápido, que confirmou a contaminação.

Trabalhando remotamente, o presidente recomenda que os cuidados sejam redobrados. “Alerto também para que quem não tomou a quarta dose complete seu esquema vacinal. Vacinas salvam vidas, e devemos cuidar também do nosso próximo”. Nichollas ainda informou que o setor realizará uma busca ativa por servidores com sintomas nos setores e gabinetes.

Já na quarta, uma portaria tornou novamente obrigatório o uso de máscaras no Legislativo.

Últimas Notícias